segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Pensando...

Para mim mesmo...

Uma nuvem não sabe porque se move em tal direção,
apenas sente um impulso:

É para este lugar que devo ir agora.
Mas o céu sabe os motivos e desenhos por trás de todas as nuvens,
e você também saberá,
quando se erguer o suficiente para ver além dos horizontes.
( Richard Bach )

Ps.: Às vezes, no silêncio infinito das noites, tenho conversas comigo mesmo. Mas são conversas tão inteligentes que algumas vezes não entendo uma só palavra do que estou dizendo!

2 comentários:

Nuvens de palavras disse...

Sei muito bem como é isso. O problema dos meus pensamentos é que eles tem vida própria. Vão para um mundo paralelo ou para o passado que quero esquecer...Ai, tá vendo? Já tô viajando!

Paula disse...

Ultimamente to me sentindo assim, sendo levada de um lado para o outro com as nuvens...
Beijo amigo