sexta-feira, 11 de fevereiro de 2005

Um pedacinho da coluna do Veríssimo

Faça assim: quando alguém na mesa exibir seu telefone celular último tipo, que faz e recebe chamadas, grava mensagens e músicas, acessa a internet, tira fotografias e as transmite para qualquer PC e dá a velocidade do vento, diga:

- Ah, é? Mas ele faz isto?

E tire um pente do bolso e comece a se pentear.

Ou espere o celular de cada um na mesa tocar pelo menos uma vez antes de dizer, "Epa, agora sou eu", tirar do bolso uma gaitinha de boca, tocar uma frase musical e depois guardá-la.
Somos poucos e temos poucas armas, mas não podemos nos entregar pra eles.

_______________


Se você parar um pouco e pensar que, há mais ou menos 10 anos atrás, vivíamos sem celular e mesmo assim tudo funcionava e você conseguia achar as pessoas da mesma forma como acha hoje, com um simples toque, perceberá o quão viciado está em tecnologia. É a era da comunicação! Saia de casa hoje sem celular... Eu pelo menos me sinto como que "desconectado" do mundo, mais precisamente em "stand alone". Um dia ainda vou jogar meu celulite numa lagoa dessas de Linhares, ah se vou! Aliás, deixa eu ver se alguém me ligou... ;)

Nenhum comentário: