quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Pensando...

Travessia 

“ Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas,
que já tem a forma do nosso corpo,
e esquecer os nossos caminhos,
que nos levam sempre aos mesmos lugares.
É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la,
teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos. ”

Fernando Pessoa

CTRL+C, CRTL+V daqui...

sábado, 22 de dezembro de 2007

Home... Home Again

Em casa, corrigindo, na MINHA casa novamente! Depois de uma temporada fora, finalmente eu voltei para o que é meu! Foram 2 longos e bons anos morando (e vivendo) em outro lugar. Foram novas experiências, novas amizades, enfim, uma mudança que na época se fez necessária em todos os aspectos da minha vida! Não que agora eu "retornei" para um passado que já ficou bem lá trás, mas sim que agora começo uma nova etapa, só que desta vez está muito, mas muito melhor mesmo! 2008 está chegando e planos? Não, por enquanto não tenho... Lembro de um ditado que diz: "Se você não sabe para onde ir, qualquer lugar é destino'! Geograficamente falando, a mudança não foi assim tão distante não! Simplesmente saí de uma quadra e fui para outra ao lado.

Mudança

A setinha em vermelho indica a casa antiga e a setinha amarela a nova casa! Porém, psicologicamente falando, foi uma grande mudança e quer saber? Estou muito feliz sim, obrigado! Feliz com minha casa nova, com minhas coisas novas. Minha próxima etapa é mobiliar e arrumar minha casa, deixá-la, como diz a citação, "meu lar, meu doce lar"! :)

domingo, 25 de novembro de 2007

Música das Esferas

Acabei de comprar (baixar) o último álbum de Mike Oldfield, o disco Music Of The Spheres e amigo, que obra prima! Fazia tempo que não me empolgava tanto com um disco! Desde Tubular Bells II, ao qual até hoje sou um fã incondicional, achei que Mr. Oldfield não estava tão criativo não. Então, ontem a noite vi num fórum que o Sr. Campovelho estava lançando um novo trabalho. Pesquisa ali, procura aqui e o disco, como num passe de mágica (dá-lhe Mula!) apareceu na minha pasta DOWNLOADS! O disco é todo instrumental, com aquela rica mistura musical de instrumentos que entram e saem de cena que tanto gosto e que tanto ouvi em outros albuns dele. É um instrumental partindo para um clássico e voltando quase que imediatamente para um pop. Bom, só ouvindo mesmo para se ter idéia. Se você é amante de uma boa música, não deixe de ouvir esse trabalho, uma verdadeira obra musical nesses tempos de DJ's!!!


segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Abandono ! ! !

Pois é... Isso é o que se vê por aqui... Teias, teias e mais teias de aranhas... Noites está mais abandonada do que repartição pública em feriado... Mas em breve vou voltar a movimentar isso aqui! Estou passando por alguns momentos complicados na minha vida profissional... Só na profissional, porque na pessoal está tudo muito bem, obrigado... Então está me faltando um tempo para que eu possa está escrevendo novamente o que se passa em minhas noites !


Por enquanto, vou só tirando a poeira e as teias...

segunda-feira, 30 de julho de 2007

Servindo, Vencerás

Se o momento é de crise,
Não te pertubes, segue...
Serve e ora, esperando
Que suceda o melhor.

Queixas, gritos e mágoas
São golpes em ti mesmo.
Silencia e abençoa,
A verdade tem voz.

Paciência constante
Atrai a Luz do Céu.
Acalma-te, servindo
E vencerás com Deus.

Emmanuel

Psicografado por
Francisco Cândido Xavier

segunda-feira, 23 de julho de 2007

Sobre o final-de-semana

Final-de-semana agitado esse último! Na sexta-feira, apesar do dia extremamente agitado no trabalho, a noite fomos a um bar tomar um "chopps" e comer dois "pastel"!!! Reunimos alguns amigos e nos divertimos muito tomando alguns sucos de cevada malteado com baixo teor alcoólico conversando acerca das casualidades da vida! Lembro que tomei umas quatro ou cinco cachaças junto com o balangador do Afonso! O início da noite de sexta foi bem agradável, excluindo-se um certo acontecimento que só fui descobrir bem depois. Acho que preciso prestar mais atenção nas coisas que acontecem ao meu lado! Mas às vezes creio que é melhor eu não saber mesmo ou então fingir que nada aconteceu. Depois disso, fomos para casa dormir! É isso mesmo que você leu, dormir... Já foi o tempo que saia dali e, como dizem os capixabas, pocava para outro lugar. Mas fiquei tão prá lá de Marraquesh que tive que ir para casa dormir. Ainda sim teve uma pequena reunião lá em casa na sexta à noite, apesar de eu não ver e nem ouvir nada! Só fui saber no outro dia quando me contaram!
No sábado de dia fomos para uma festa de aniversário de um amigo e, mais uma vez e pra variar, tomei todas. Começei por volta das 14:00 hs e a cerveja tava muito, mas muito gelada e gostosa mesmo. E o clima também estava ótimo. Pessoas interessantes e papos interessantes. Por volta das 16 horas levei a Garota em casa e voltei pra festa. Acho que esse foi o meu erro! Mais uma vez o balangador do Afonso entrou em cena e tive que tomar uma cinco cachaças com ele! E olha que eu não queria tomar, mas a carne é fraca e a cachaça era boa e toma que toma. Saí de lá por volta das 18:40 e fui pra casa me preparar para o grande acontecimento do dia! :)

E Klayd casou...

Sim, amigo... É isso mesmo... Meu grande amigo Klayd de rocks e mais rocks agora é um homem casado. Seu casamento foi muito bonito. O detalhe é que tive que ir em dois casamentos ao mesmo tempo. Peguei a Garota e fomos para o casamento da sua prima. Entramos na igreja e a cerimônia já estava no final. Esperamos mais uns 10 minutos e saímos vazados para o casório de Klayd. Chegamos no meio da cerimônia e ainda pegamos o lenga-lenga do padre. O que mata nesse tipo de evento é o senta-levanta-senta-levanta. Parece um jogo de futebol, quando o time está atacando. A torcida inteira se levanta e depois volta a sentar quando o perigo passa! Saindo de lá - ainda deu tempo de jogar arroz nos noivos :) - fomos para a festa do primeiro casamento. Chegamos, cumprimentamos os parentes da Garota e fomo lá cumprimentar os noivos. Furamos a fila dos padrinhos e já chegamos abrançando e tirando fotos! Um detalhe super-interessante é que eu não sabia nem o nome dos dois. Só sabia que a noiva era prima da Garota. Um outro acontecimento foi que eu quase derrubei um pedestal com um abajur lá! Ainda bem que fui mais rápido e consegui segurar o troço senão seria um micão terrível. Saímos de lá e fomo para a festa de Klayd, onde finalmente conseguimos "relaxar". A festa tava muito boa mesmo! Ixcóti do melhor - dá-lhe Jhonnie Walker. Só não bebi nada, pois ainda estava sob efeito da cachaça do aniversário. Fiquei só na água mesmo e beliscando alguns petiscos, que por sinal estavam maravilhosos. Ficamos lá até as 2 da matina e depois partimos pra casa! E o final-de-semana inda não tinha acabado. No outro dia havia o aniversário de uma amiga da Garota, mas esse não fomos por falta de forças mesmo! Fazer o que, né? Afinal de contas, não tenho mais 18 anos para fazer algumas loucuras que fazia! :)

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Trabalho de Louco

Estou ficando louco... Sim, só está faltando eu abrir porteira para avião e jogar pedra em helicóptero, porque do resto o ciclo já está completo. Já faz alguns meses que estou envolvido com um projeto e isso está me deixando maluco. É muita informação que precisa ser estudada e implementada (desenvolvida) no Parceiro. E quando eu acho que estou entendendo tudo, leio mais um capítulo e descubro que ainda não sei absolutamente nada! Isso aconteceu agora há pouco. Estava desenvolvendo um dos inúmeros módulos necessários quando me deparei com uma situação atípica. Fui verificar mais a fundo e descobrir que, na verdade mesmo, alguns módulos já escritos estão com algumas inconsistências que fazem com que o todo fique errado! Não que eu tenha feito errado. O problema é justamente a falta de suporte para desenvolver a bagaça. Infelizmente não tenho um "primo fera" ou um "vizinho mil anos" para que eu possa ligar e sanar todas as dúvidas que tenho. Veja bem, não são dúvidas técnicas e sim dúvidas operacionais mesmo! Provavelmente alguém pode dizer: "Ué... Liga para o teu cliente e pergunta a ele"! Só que o cliente sabe menos ainda. Por ele, não estaríamos fazendo nada disso. Só que meu cliente - assim como eu - é obrigado a ter e a fazer isso. E adivinha quem está nos obrigando a fazer? Lulalá.... Uma estrela brilha... Lulalá...

Como dizem os franceses: "Ces't la vie!"

Ps.: Ah! Eu tô maluco... Ah! Eu tô maluco...

segunda-feira, 2 de julho de 2007

Mensagem do Momento

" Tu te tornas eternamente responsável
por aquilo que cativas. "
Saint-Éxupéry


Existem algumas frases que só entendemos algum tempo depois de conhecê-las ou então quando acontece algo que nos faz lembrar delas... Essa mesmo aí em cima eu só fui de fato compreendê-la neste final-de-semana! Aliás, o final-de-semana foi muito bom... Eu e a garota fizemos alguns programas diferentes e bem gostosos... Sábado, ao invés de almoçarmos, fomos para a lagoa e passamos a tarde inteirinha lá... Fomos por volta de meio-dia! Tomamos 10 cervejas e mais algumas cositas e conversamos e rimos muito... Chegamos em casa já era 17 hs, isso depois de passar no supermercado e comprar milho de pipoca... :)
Bom, no sábado a noite ficamos de molho em casa assistindo a um filme... Íamos locar, mas não deu tempo e assistimos ao Supercine (Arrrggggg!) mesmo! Mas até que o filme foi bem legal... Gostei do trecho sobre os trilhos do trem ligando uma cidade a outra... Mesmo sem ter o trem, os trilhos foram colocados... Achei essa passagem muito, mas muito legal mesmo! No domingo, depois de irmos ao orfanato, fomos para uma fazenda de um amigo dos pais da garota, onde rolou um churrascão e também uma galinhada. Detalhe: não comi a galinhada! :( Como estava demorando muito, fizeram um churrasco antes e eu achei que a galinhada tinha sido cancelada. Depois de comer muito feijão tropeiro, arroz e churrasco é que fui saber que a galinha estava sendo preparada no fogão a lenha... Putz! Fiquei triste... Mas tudo bem, mesmo assim valeu a pena... Coisa que eu não fazia há muito, mas muito tempo mesmo foi chupar laranja no pé... Tipo assim, arrancar a laranja e chupar ali mesmo, embaixo do pé... Cara, isso é muito bom, muito bom mesmo!
Bom, mas voltando a mensagem, justamente nesse final-de-semana eu entendi perfeitamente a mensagem... Tipo assim, quando você colhe uma flor do campo e a planta em sua casa - ou no seu coração :) - você é responsável por deixá-la sempre linda, como era no campo! Portanto, você se torna responsável por ela sim, mesmo inconscientemente! E eu estou cuidando de uma flor linda... E quero ela sempre, sempre, sempre bela e feliz ... :)

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Noites Móveis

Noites agora também é Móvel !
A partir de agora poderei postar de qualquer lugar (mas qualquer lugar mesmo) que estiver, inclusive enviando fotos e tudo o mais.
É isso mesmo, Noites ganhou uma "sub-divisão" móvel... :)
Isso graças a Madalena, minha nova companheira... Em breve estarei escrevendo sobre ela! Deixa eu me familiarizar mais com o seu poder de fogo...
Para acessar Noites Móveis, é só clicar aqui!

Noites Móveis
Por que a Noite é movimentada!
( E como... )

Angústias Passadas

Deitado na cama... A televisão ligada baixinho exibe o Programa do Jô! Os segundos passam lentamente no relógio ao lado anunciando um novo dia e o sono não vem... Então, com um sentimento indefinido pairando como uma nuvem sobre meu ser, ligo meu notebook e ao som de Cássia Eller cantando O Segundo Sol eu me posto a escrever... Na cama mesmo - minha rede wireless tá um show :) - e as palavras vão surgindo... É interessante perceber como nossas experiências passadas influenciam tanto no nosso presente! Experiências traumáticas ou casos mal resolvidos podem trazer sérias consequências no futuro. Ontem eu vivi algo relacionado! Tive que me controlar muito para ficar em silêncio e apenas observar, e mais uma vez guardar para mim! São coisas que estão além de uma simples explicação. Posso (e devo) estar enganado sobre muitos aspectos, mas é difícil deixar pra lá, ou tentar entender como algo normal! É alguma coisa que eu já contei aqui mesmo em Noites! Às vezes acho que é viagem minha e que não tenho motivo algum para sentir o que sinto, mas também acho que não é! Imagino que tudo vai ter um "replay" e um súbito medo toma posse, como se um "sinal de alerta" fosse disparado pelo coração avisando: "Você já passou por isso antes e ficou mal!" Mas sei que tudo pode e está sendo muito, mas muito diferente mesmo, mas as angústias do passado insistem em voltar e me pertubar. Como disse Roberto Carlos, "é preciso saber viver"! Assino em baixo...

Em tempo:

SENTIMENTAL

(Los Hermanos == Composição: Rodrigo Amarante)

O quanto eu te falei que isso vai mudar

Motivo eu nunca dei

Você me avisar, me ensinar, falar do que foi pra você,

Não vai me livrar de viver

Quem é mais sentimental que eu?

Eu disse e nem assim se pôde evitar.

De tanto eu te falar você subverteu o que era um sentimento e assim

Fez dele razão

Pra se perder no abismo que é pensar e sentir

Ela é mais sentimental que eu!

Então fica bem

Se eu sofro um pouquinho mais.

"Se ela te fala assim, com tantos rodeios,

é pra te seduzir e te ver buscando o sentido daquilo

que você ouviria displicentemente.

Se ela te fosse direta, você a rejeitaria."

Eu só aceito a condição de ter você só pra mim.

Eu sei, não é assim, mas deixa

Eu só aceito a condição de ter você só pra mim.

Eu sei, não é assim, mas deixa eu fingir e rir.

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Manual de Instruções


Muitos acontecimentos na vida não se transformariam em problemas se tivéssemos um Manual de Instruções (ou uma tecla "F1") para consultar quando nos deparamos com algumas situações! E não me venham dizer que as pessoas não lêem manual, porque lêem sim! Eu, pelo menos, leio. Mesmo que seja um simples liquidificador, eu leio o manual por inteiro. Sempre imagino que, se existe um manual, é que o fabricante quer que você saiba de alguns detalhes antes de utilizar o produto. Se para a vida também tivéssemos um, muitos erros seriam evitados. Às vezes, pequenos detalhes ou gestos acabam por gerar grandes confusões simplesmente por não sabermos como agir. Não é que queríamos fazer (ou agir) daquele jeito errado. A verdade mesmo é que não sabemos como agir e então fazemos na mais boa das intenções. Aí tem sempre alguém que profere: "De boas intenções o inferno está cheio"! Nunca compreendi direito esse chavão. É claro que tudo vai depender da situação e das pessoas envolvidas. Mas como saber? E seguindo esse raciocínio, entra em cena o Comando If para deixar tudo mais confuso ainda. Decisões que deveriam ser tomadas para um lado e não foram e, como eu já disse num post anterior, não temos como voltar atrás. Uma vez executado o procedimento, tchau galera! Por isso que seria de extrema utilidade um manual, mas como não tem, vamos vivendo assim mesmo... Acertando e errando... Acertando e errando...

Em tempo:

" O único erro de Deus foi não nos ter dado duas chances na vida:
uma para ensaiar e outra para realmente representar! "

segunda-feira, 7 de maio de 2007

Sábado de Futebol

Sábado agora eu e a garota fizemos um programa assim, podemos dizer, "de índio" mesmo, com apoio da Funai e tudo mais! :) Saímos de Linhares e fomos mais para o interior do estado, para Jaguaré assistir ao jogo da final do campeonato capixaba entre Linhares e Jaguaré. No primeiro jogo o Linhares venceu por 1 a 0 e foi para a final precisando apenas de um empate para ser penta campeão capixaba de futebol. Saímos de Linhares por volta das 17:00 hs e as 18:10 estávamos entrando no Estádio Conilon, em Jaguaré. Logo na entrada a garota ficou um pouquinho assustada com o que viu! Segundo cálculos da Polícia Militar, cerca de 10 mil pessoas estavam lá para assistir ao jogo. Mas então entramos e nos postamos atrás do gol para assistir ao jogo. Bom, falando em jogo, o mesmo em si foi uma peladona... Era mais chutão do que tudo, principalmente do Linhares, que jogava pelo empate. Ao Jaguaré restava ganhar ou ganhar para ser campeão. Eu e a garota ficamos ao lado de vários torcedores do Jaguaré e como eu via que a garota estava ficando um pouquinho "animada" quando o Linhares partia para o ataque, não pude deixar de dizer baixinho no ouvido dela: "Garota, pelo amor de Deus, se o Linhares fizer um gol, não grita, heim?!?" Pelos ânimos ao lado, caso a garota emitisse alguma nota de felicidade em relação ao Linhares poderíamos ter sérios problemas por ali... Mas o grito (e nem o gol) aconteceram... O jogo ficou no zero a zero mesmo e o Linhares sagrou-se mais uma vez Campeão Capixaba de Futebol! Antes de terminar este post, não posso deixar de comentar de um certo repórter que entrevistou um senhor que estava ao nosso lado:

Repórter: O senhor é daqui de Jaguaré?
Senhor: Sim, moro aqui!
Repórter: E está torcendo pelo Jaguaré?!?
Senhor: ????? - olhando meio de lado para o repórter...
Nesse momento, eu não resistir e soltei:
Eu: Nããão.... Ele mora aqui mais tá torcendo para a Desportiva...
Gargalhadas por todos os lados e o repórter saindo meio que rindo e puto, olhando pra mim...

No mais, foi um programa bem legal... Rimos muito e nos divertimos muito e termino mais uma vez com a filosofia Mastercard:


Combustível de Linhares a Jaguaré
R$ 60,00 com Mastercard

Entradas para o jogo
R$ 20,00 com Mastercard

Cervejas/Refrigerantes
R$ 10,00 com Mastercard

Vê o Linhares ser campeão em pleno estádio Conilon lotado ao lado da Garota
NÃO TEM PREÇO!

Existem coisas na vida que o dinheiro não compra!

Para todas as outras, existe
MASTERCARD!

Aceito de Padarias a Boutiques!

:)

PARABÉNS LINHARES !!!



Ps.: Ess foto aí em cima eu peguei por aí em algum site de futebol. Queria uma com o time todo na formação clássica de campeão, mas não achei... Assim que eu consegui uma eu publico! :)

terça-feira, 24 de abril de 2007

Comando IF

O comando IF ("SE" traduzindo para o tupiniquim) é um comando usado em várias linguagens de programação quando se tem alguma decisão a ser tomada no fluxo do programa. Por exemplo, imaginemos uma situação onde um certo usuário vai digitar a sua idade e o programa vai decidir se ele pode ou não fazer uma espécie de avaliação. Para tal exemplo vamos usar a seguinte regra:

  • Se o usuário tiver menos de 16 anos, não pode fazer a avaliação;
  • Se tiver 16 anos ou mais, então pode fazer;
Veja como isso ficaria em Pascal:

Program Avaliacao;

Var
Idade : Integer;

Begin

WriteLn('Programa Avaliação');

WriteLn('Por favor, digite sua idade:');

Read(Idade);

If ( Idade < 16) Then
begin

WriteLn ('Desculpe, mas você não tem idade para fazer a avaliação!');
WriteLn('Tente novamente daqui há alguns anos!');

end
else
begin

WriteLn ('Ok! Você pode fazer a avaliação');

end;

end.


Na linha onde se lê IF (IDADE <> 16) Then é onde tudo é decidido. A tradução aqui seria algo mais ou menos assim: "Se a idade digitada pelo usuário for menor que 16 então diga que ele não pode fazer o teste, senão diga que ele pode, pois se a idade não for menor que 16, então é maior - isso é lógica, né? :) !

Bom, por que estou dando essa pequena "aula" de programação? Agora há pouco estava literalmente programando e entrei num emaranhado de comandos "IF's" e viajei na rotina. Mas viajei muito mesmo! Viajei em como a nossa vida funciona como um programa e como os IF's da vida fazem toda a diferença. A todo momento nosso fluxo de execução chega a certas decisões e mesmo às vezes sem termos lógica nenhuma, nosso processador principal decide e então continuamos a seguir o fluxo. Muitas vezes contra a nossa razão e levados por simples emoções tomamos decisões erradas e então nos arrependemos pelo resto de nossas vidas. A única diferença de programas computacionais para nosso programa de vida é que na vida não podemos executar o código novamente. Num computador, podemos executar o programa quantas vezes for necessário e então vemos a execução de ambas as formas. No exemplo acima, posso executar e digitar 15 anos e logo em seguida executar novamente e digitar 20. Na vida, as decisões são únicas e não temos uma "segunda chance"! Lembro que, quando eu jogava Poker constantemente com alguns amigos, sempre que alguma rodada terminava tinha sempre um que desabafava: "Se a dama de copas tivesse entrado eu acabava com você"! E por diversas vezes eu também ouvia que na vida e no Poker, não existe "SE"... Naqueles momentos eu achava que isso era verdade. Bom, pelo menos no Poker continua sendo, mas na vida não! Na vida, o "SE" existe sim e dependemos muito dele. Temos que saber tomar nossas decisões sabiamente para poder continuar bem nossa viagem neste enlouquecido planeta. Às vezes eu tenho alguns flashbacks de decisões que tomei e que tomaram e fico a imaginar o que teria acontecido se o fluxo fosse o outro e não o que foi tomado. Nesse carnaval passado, por exemplo, e se não tivesse acontecido algo que marcou para sempre a minha vida? E se eu não tivesse "tomado todas" naquela terça-feira? E se a noite não tivéssemos assistido ao Pulse juntos? ;) E se uma decisão que já havia sido tomada não tivesse sido "abortada" depois de ver David Guilmour tocando? E se eu não tivesse tomado certa vez uma decisão de fugir, de ir embora? São perguntas que certamente não terei respostas, mas a única certeza que tenho é que tomei as decisões certas, mesmo sem saber o que me esperava.

quarta-feira, 18 de abril de 2007

Começar de Novo

Erros passados, tristezas contraídas, lágrimas choradas, desajustes crônicos!...

Às vezes, acreditas que todas as bênçãos jazem extintas, que todas as portas se mostram cerradas à necessária renovação!... Esquece-te, porém, de que a própria sabedoria da vida determina que o dia se refaça cada manhã.

Começar de novo é o processo da Natureza, desde a semente singela ao gigante solar.

Emmanuel

Psicografado por Francisco Cândido Xavier

Ps.: Achei essa mensagem muito bonita e resolvi colocar aqui... Creio que é isso que devemos fazer... Recomeçar... Sempre... A vida nos reserva ótimas surpresas... É só acreditarmos e irmos em frente... Sempre...

quarta-feira, 11 de abril de 2007

Da Série Mastercard

BATATAS GRELHADAS COM QUEIJO UNTADAS COM AZEITE
R$ 22,00 com Mastercard

SALADA DE PALMITO COM PRESUNTO DEFUMADO
R$ 17,00 com Mastercard

SUCO DE NÉCTAR DA LARANJA
R$ 6,70 com Mastercard

MORANGOS SILVESTRES COM CREME DE LEITE
R$ 16,00 com Mastercard

HIDRATANTE DOVE PELE SENSÍVEL
R$ 12,50 com Mastercard

PASSAR UMA NOITE FANTÁSTICA COM A GAROTA DEPOIS DE UM JANTAR MARAVILHOSO!

NÃO TEM PREÇO!

Existem coisas na vida que o dinheiro não compra!

Para todas as outras existe


Aceito de supermercados a postos de gasolina!


sexta-feira, 6 de abril de 2007

Feriado Semana Santa

Feriado da Semana Santa é sempre um feriado meio que "down"... Down pelo fato de que é um feriado santo e a gente fica meio que recioso de "aprontar" certas coisa! Apesar de que tem gente que não liga muito pra isso e apronta mesmo! Bom, eu a garota vinhemos para Guriri, na casa da Progenitora e neste momento estou postando aqui do computador dela. Porém, antes de poder acessar a net, tive que ficar pelo menos uns 30 minutos tentando acertar um drive de DVD, para que ela pudesse ouvir(?) e assistir algumas "coisas" (coisas mesmo) que ela gosta muito, como Rick e Renner, Bruno e Marrone (Aaaarrrrrggggg!!!) e mais alguns que nem me atrevo a escrever aqui! Ainda bem que o drive não funcionou mesmo! A garota achou que foi tudo armação minha, para não ter que ouvir(?) nada! Se bem que, se eu tivesse trazido algum DVD da minha coleçãozinha seria diferente. Um Dave Matthews Band agora seria tudo de bom ouvir. Mas não trouxe... Na verdade, não trouxe nada! Nem Jurema que sempre me acompanha para todos os lugares eu não trouxe! Deixei-a em casa descansando... Queria passar um final-de-semana bem tranquilo, fazendo coisas diferentes e curtindo outros tipos de programas! Acho que agora a tarde vou para um parque aquático com a Garota e vou ficar lá de molho igual a uma Surucucu Manteiga, tamanho o calor que está por aqui! Mas agora eu vou me acabar com uma super bacalhoada preparada magistralmente pela Progenitora! :)

terça-feira, 3 de abril de 2007

Meebo


Existem alguns serviços que são realmente uma mão-na-roda... Estava lendo algumas mensagens de um news quando me deparei com um link para o serviço meebo! Trata-se de uma página (web 2.0 provavelmente) que lhe permite conectar/usar praticamente todos os serviços de mensagens instantâneas como o MSN, Yahoo, AIM e Google Talk! A interface dele é sensacional, bonita e muito prática, além de ser leve e também dispensar a instalação desses famigerados programas que consomem memória, processamento, espaço em disco e principalmente banda de internet. Uma verdadeira mão-na-roda para quem tem muitas contas. Um detalhe que gostei muito foi a possibilidade de colocar um widgets no seu site ou blog e os seus visitantes poderem conversar diretamente e em tempo real com você. Agora, se quiser falar, digo, teclar comigo (e eu estiver on-line, é claro) basta iniciar a conversa. Veja a caixa "Fale Comigo..." aí ao lado... Vale a pena se cadastrar no serviço!!!

segunda-feira, 2 de abril de 2007

Comentando...

Totalmente sem inspiração para escrever, vou apenas deixar registrado aqui alguns comentários... No momento que escrevo estou ouvindo uma versão da música The Great Gig In The Sky do disco Dark Side do Pink Floyd (eita Lado Negro que insiste em ficar comigo!) arranjada pela Orquestra Filarmônica de Londres. Que coisa linda! Está sendo a mais tocada do momento. Uma amiga que conheci do Orkut e que também é fã que me mandou. Ela vai casar esta ano e vai entrar com essa música na igreja! Sabe, se algum dia eu me casar (again!) acho que vou convencer minha noiva! :)
Bom, minha vida pessoal está ótima! Eu a a garota estamos nos dando super bem e curtindo ótimos dias juntos! Ontem mesmo passamos a tarde inteira no orfanato junto com meu sobrinho, o Big Lips! Ficamos lá exibindo alguns filmes para as criancinhas e teve até um aniversário! Isso é uma coisa muito gratificante! Tem uma menininha de 2 ou 3 anos que sempre que eu chego ela corre pro meu colo e fica conversando comigo. A carência de carinho é enorme e a gente tenta pelo menos aliviar isso um pouco! Se todo mundo fizesse um pouquinho, creio que ajudaria muito, mas muito mesmo! São atos pequenos para a gente, mas enorme para elas e para o nosso coração! :) Agradeço muito a garota por ter me mostrado isso... Arranjo tempo para fazer tanta coisa - até coisa feia :) - por que não arranjar um tempinho para aquelas crianças que precisam tanto!
Agora a minha vida profissional, essa está um verdadeiro caos. É muita coisa para ser feita e pouco tempo para colocar em prática. Faz tempo que não consigo parar para programar! Só estou corrigindo problemas (apagando incêndios, na verdade) e adicionando algumas funcionalidades simples ao nosso software! Mas desenvolver mesmo, da forma que eu gosto, nada! Tenho idéias fantásticas para o programa, mas preciso de tempo para colocá-las em prática! Junte isso tudo às minhas aulas da faculdade e também ao meu curso de matemática. Bata tudo no liquidificador e depois sirva em doses homeopáticas ao longo da semana. Preciso urgentemente organizar meu tempo. Preciso me "programar" certinho para não atropelar nada, pois a coisa tá ficando complicada! Vejo tanta gente fazendo várias coisas ao mesmo tempo e conseguindo dar conta! Por que será que não consigo?!? Sempre tive problemas com organização de tempo e agora chegou o momento de corrigir isso!

Do resto, caminhando (e cantando)...

terça-feira, 27 de março de 2007

E a lua ficou negra

Sexta-feira passada pude finalmente assistir ao show de Roger Waters na Apoteose e amigo, acredite, foi uma experiência única. Saímos de Linhares por volta das onze e meia da manhã, já que nosso vôo estava marcado para as 14:40. Pra variar, fomos ouvindo Dark Side, que vibrava alto no som do carro. E a cada kilômetro rodado a ansiedade aumentava mais e mais. Chegamos em Vítória e depois de um almoço "the flash", partimos para o aeroporto, onde encontraríamos mais 3 amigos que iriam junto. Veio o primeiro drama: atraso do vôo. Mas os Deuses do Rock estavam conspirando a nosso favor e o atraso foi só de 40 minutos. Já a bordo do vôo 1741 da Gol partimos para a cidade maravilhosa. Chegamos no Galeão, pegamos um Táxi e fomos para a casa de um amigo, onde ficaríamos hospedados naquela noite.


Já no apartamento na Lagoa, começamos os preparativos para o show e a minha dor de barriga aumentava mais e mais, visto que o grande evento estava muito próximo. Foram dias e mais dias de ansiedade até o tão esperado momento.

Na foto, Wilter, Paulinho, eu (com a minha camisa exclusiva do Dark Side), Lu, Túlio e Pedro numa alegria só...

Então pegamos outro táxi e partimos para a Apoteose, palco do show... Entramos e eu ainda não estava acreditando que em poucas horas estaria realizando um grande sonho.


Daí em diante foi só emoção (e põe emoção nisso), muita loucura e muita, mas muita alegria... Sinceramente, não posso escrever mais porque o show foi indescritível... Não existem palavras que possam expressar o que foi aquilo! Só quem estava lá testemunhando é que pode dizer o que houve... A única coisa que posso fazer é deixar algumas fotos... :)

Muito rock'in in roll!

O som do baixão vibrava forte no peito!


Momento de emoção e coração disparado. Waters a menos de 10 metros da gente! :)

Muito psicodelismo no palco!!!


E eu no lado negro da lua!!! (e que lua...)

Completamente "abobalhado" eu assitia a tudo!!!

E a lua volta a ficar clara!!

Mas as lembranças ficarão marcadas para sempre...

Para sempre em minha vida...

E termino esse sonho com a frase tema deste blog:

"Não existe um lado escuro da lua. Na verdade, ela é toda escura!"

terça-feira, 20 de março de 2007

O Lado Negro da Lua

Essa semana eu vou ver o Lado Negro da Lua. Muito tempo depois de ter conhecido e se deliciado com o melhor disco de todos os tempos, segundo algumas revistas especializadas, finalmente eu vou poder assistir a Roger Waters tocando a ópera The Dark Side Of The Moon. A ansiedade está muito, mas muito grande mesmo! Não vejo a hora de estar logo em frente ao palco e quando o cara entrar eu vou estar realizando um grande sonho da minha vida. Sempre fui fã do Pink Floyd. Conheci a banda através do meu irmão e agora pela primeira vez eu vou poder ver (com todas as cores) e ouvir algo que sempre povoou minha imaginação. E o mais incrível é que o show é justamente, na minha humilde opinião, de um dos melhores discos da banda. Um disco que marcou muito a minha vida. Só para você ter uma idéia da minha paixão por esse disco, eu tenho o mesmo todo em ouro 24k. Paguei uma boa grana por ele. Na verdade, na época foi feito tipo uma "troca", mas isso é um outro assunto. O grande lance é que no dia 23 agora de março eu vou poder sentir aquele baixão vibrando no meu peito e vou chorar muito quando ouvir aquelas músicas tão conhecidas nas profundezas da minha mente. "The lunatic is in my head!" :)

terça-feira, 13 de março de 2007

Final-de-Semana Perfeito

Depois de alguns acontecimentos bem ruíns na minha vida, finalmente um final-de-semana perfeito, daqueles que você fica com um "gostinho de quero mais". Praticamente eu e a garota ficamos juntos o tempo inteirinho, sem se desgrudar um do outro e foi muito, mas muito bom mesmo! No sábado fomos convidados para comer uma bacalhoada na casa de um amigo que tava um show! Depois de nos deliciarmos com o bacalhau ainda ficamos por lá tomando uma cerveja geladinha, ouvindo música e balagando o labial acerca das casualidades da vida! Depois esticamos para casa e, tirando o problema com um certo vinho chileno que não parecia ser chileno nem aqui e nem em Santiago, terminamos a noite maravilhosamente bem, ouvindo Dave Matthews Band! :) Detalhe que não pode ficar de fora foi o delicioso banho de chuva norturnico que tomamos... Tava fria (pois o efeito do vinho é esquentar corpos, né?), mas tava muito gostosa... Uma chuvada para lavar a alma!!!
Nosso domingo juntos foi sensacional... Almoçamos juntos, depois fomos tomar sorvete, passamos a tarde também juntos e também jantamos, juntos é claro! Ainda deu tempo de fazermos um trabalho e preparar alguns materiais para a semana que se iniciava... E foi tudo de bom... Mas tudo mesmo! Como num filme... :)
Já estou com saudades do final-de-semana... Começando a semana louco para chegar outro final-de-semana de novo!!!

quinta-feira, 8 de março de 2007

Dias Passados

Tenho escrito pouco ultimamente aqui em Noites. É que, além da natural falta de tempo, andei meio que "de molho"! Na verdade, na terça-feira retrasada (dia 27 de fevereiro) fui vítma de um acidente de trânsito. Estava, como todas as manhãs, indo trabalhar. Parei em um sinal de trânsito atrás de um outro carro e enquanto esperava o sinal abrir fiquei a planejar rapidamente o meu dia. O sinal abre. O carro da frente arranca e eu vou atrás. Num segundo eu estava a caminho do escritório e no outro já não estava entendendo mais nada do que tinha acontecido. Um cara num Tempra azul veio a mais de 100 Km/h, não viu o sinal vermelho (segundo ele mesmo disse no Boletim de Ocorrência a Polícia Rodoviária) e bateu no meu carro me jogando a mais de 20 metros de onde eu estava passando. Naquele momento "x", lembrei do filme Matrix, visto que tudo ficou meio em câmera-lenta (leia-se efeito "bullet time"). Logo depois, ainda atordoado e vendo várias pessoas vindo em minha direção e outros veículos parando, ainda levei algum tempo para que meu cérebro detectasse o que tinha ocorrido. A ficha só caiu mesmo quando olhei para o outro lado e vi o Tempra com a frente toda amassada: "Caramba!!! O cara me bateu..." foi o que proferi doidasso e atordoado pelo incidente... Consegui juntar forças, saí do carro e meio cambaleando fui andando para uma esquina, onde me sentei e fiquei alí olhando aquele movimento todo sem acreditar no que tinha acontecido. Bom, o que veio depois foi todo aquele ritual pós batida. Liguei para minha irmã para informar do ocorrido e ela prontamente veio ao meu auxílio. Depois liga para a seguradora, liga para outras pessoas avisando, recebe telefonemas para ver se "estou bem", etc. Depois de algum tempo e com o sangue já "frio" é que começa a segunda parte do drama. Com o corpo todo, mas todo dolorido e com o pescoço totalmente doendo (leia-se "chicote") dá-se início a recuperação. Dormir naquele dia foi algo impossível. Praticamente passei a noite em claro e só cochilei um pouco em cima da mesa da sala. Não tinha como nem deitar. Praticamente não havia posição para ficar, visto que as dores eram muito grandes. E então começa também a sessão remédios: diclofenacos, dipironas, analgésicos, etc... Mas graças ao bom Deus, tudo não passou de um grande susto e alguns ematomas musculares! Depois que esse tipo de coisa ocorre, você começa a ouvir de todo mundo histórias cavernosas de pessoas que sofreram acidentes similares e tiveram sérios problemas na coluna, que até hoje sofrem por causa disso, etc... Mais uma vez, agradeço a Deus por só ter sido um sustão mesmo! E hoje, cerca de uma semana depois, estou voltando a minha vida normalmente. Como na semana passada fiquei meio que "off", essa semana está sendo um pouco puxada... Ontem na sala de aula no meu curso de matemática, descobri que tenho que fazer trocentas atividades que atrasaram pelos fatos ocorridos. Tive que "balangar" pra caramba com um grupo lá para que eles deixassem eu entrar para fazer o trabalho com eles! E também descobri uma coisa, descobri não, reforçei uma idéia que eu já sabia: "Temos que ter uma rede de contato grande... Mas temos mesmo"... Na sala de aula ontem a única coisa que fiz foi conhecer e ficar amigo do pessoal do curso, criando a minha "rede" de contatos! Esses contatos serão de suma importância, pois com a quantidade de trabalhos e atividades que tenho que fazer, será de grande ajuda algumas dicas/instruções que receberei deles. É claro que também existe o lado pessoal e humano nisso aí, pois não fiquei chegado só por interesse "em ficar nas abas". É bom dizer que são pessoas aos quais eu vou conviver pelos próximos 3 anos! São pessoas que passarão a fazer parte do meu cotidiado, pois muitos trabalhos serão feitos em grupos. Daí a importância de se ter um bom relacionamento com todo mundo. É aquela máxima: "Ajudar quem eu puder ajudar e também ser ajudado"!


No mais, voltando as normalidades da vida... Que bom... :)

domingo, 25 de fevereiro de 2007

Carnaval 2007


Já faz alguns dias que o carnaval terminou e como eu fiquei meio que off-line por algum tempo, resolvi escrever um pouco agora e contar como foi... Bom, antes de começar, quero dizer que sinceramente eu não tinha planos. Não sabia mesmo para onde iria. Existiam alguns convites rondando, mas nada certo até a semana que antecedeu, quando resolvi ir para Guriri para a casa de Progenitora. Seria o último lugar para qual iria, visto que já passei muitos carnavais por lá e queria algo diferente. Mas fui, só para ficar com a garota, que também iria para a casa de seu irmão lá em São Mateus. Sério mesmo, foi um dos melhores carnavais que passei, principalmente pela minha cia, a garota!!! :) Todos os dias de carnaval saíamos juntos e era festa e mais festa. Muita alegria e muita diversão! Fiquei "hospedado" na casa de progenitora, mas nem dormir lá eu dormia... Fiquei praticamente o carnaval inteiro ao lado da garota! Só ia em "casa" mesmo para tomar banho e trocar de roupa. E foi um carnaval tranquilo e ao mesmo tempo diferente. Saíamos, bebíamos, dançavamos e curtimos muito juntos. Todos os dias eu conhecia mais e mais aquela garota fantástica e descobria coisas interessantes, tanto ao meu respeito quanto ao dela... Na segunda-feira fomos assistir ao desfile da escola de samba Unidos do Sernamby e a garota se acabou. Naquele momento eu virei seu fã número 1, pois em menos de meia-hora a garota aprendeu a cantar o samba-enredo e curtia tanto que parecia uma passista da escola, que ensaiou o ano inteiro para aquele desfile. E aquilo tudo pra mim era uma gostosa novidade, pois nunca, repito, nunca eu iria pra lá assistir aquilo e fui muito, mas muito bom mesmo! Detalhe importante que não posso deixar de contar foi ao final, quando estávamos próximo ao palanque armado e então ouvimos nos auto-falantes: "Atenção Leidiane! Sua mãe te espera aqui no palanque!". Cara, nós rimos muito disso e só vai entender quem conhece Júlio Nascimento e a música "A Mãe da Leidiane"!
Nos outros dias, sempre passávamos as tardes juntos ouvindo música e a noite era Guriri mesmo! Mas o gran finale foi na terça-feira, nosso último dia de festa! E amigo, que festa!!! Começamos cedo, tomando algumas Bohemias geladas. Já no início da noites eu partir para o Gengibre e a garota e mais uma amiga começaram com o Cravo e Canela e aprontamos muito, mas muito mesmo! Lembro de algumas coisas até encontrar seu irmão, esperando a gente num boteco ali na praça mesmo, depois é aminésia total... Quer dizer, aminésia não, lembro de muita coisa, mas outras, só das pessoas contando no outro dia! Me disseram que eu acordei o prédio inteiro, onde progenitora mora gritando que queria a chave do carro para irmos embora e a garota brigando comigo, dizendo que não iríamos no meu carro! Isso depois de ter acontecido "n" coisas antes que contaram para gente e nós sem lembrar de nada! Mas depois do incidente do prédio, fomos para casa... Ainda compramos uma pizza, ao qual a garota devorou vorazmente junto comigo e terminamos a noite maravilhosamente bem em grande estilo ao som de David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright juntos, nos brindando com Pulse!!! ;)
Enfim, foi um carnaval diferente e muito, mas muito bom mesmo, principalmente ao lado da garota! Um carnaval que vai deixar saudade e que, com certeza, se repetirá em outros anos!

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

Afeto

[Do lat. affectus, us.]
Substantivo masculino.

1.
Afeição por alguém; inclinação, simpatia, amizade, amor:
“amou-o assim como se amam as coisas belas, e o afeto de que o envolvia propagou-se em redor” (Rute Bueno, O Livro de Auta, p. 33).

2.
Objeto de afeição:
Doía-lhe estar ausente do seu afeto.

3.
Psicol. O elemento básico da afetividade (2).
4.
Psiq. Estado emocional ligado à realização de uma pulsão (2) que, reprimida, transforma-se em angústia ou leva à manifestação neurótica.

---

Às vezes gosto de abrir o Dicionário Aurélio eletrônico e ficar navegando sem rumo pelas palavras, só para ver o significado. Descobre-se coisas interessantes e legais sobre as mesmas, como a palavra afeto por exemplo... Uma palavra simples, mas que tem um significado muito forte, principalmente para esses dias que estou vivendo... Na verdade, abri o programa para justamente ver o significado desta palavra! Sinceramente, não sei se sou mesmo antiquado ou se as coisas sempre aconteceram comigo de uma forma equivocada ou até diferente, para não dizer errada! Gostaria muito de ter algumas respostas, de entender certas coisas, mas sinto que não descobrirei tão cedo, pelo menos por enquanto! Não sei se estou errando, se estou acertando, se estou no caminho certo, se estou agradando, enfim, não sei se estou vivendo da maneira como deveria... E isso, de uma certa forma, me incomoda... e muito! Mais uma vez, creio que o melhor a fazer é deixar a coisa ir... Deixar o tempo decidir isso por mim! Não acredito muito em destino, mas o que tiver quer ser, será...

terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

O Retorno

Ontem comecei a arrumar, como diz minha progenitora, "meus pano de bunda"! Depois de quase 1 ano morando com alguns amigos, estou me preparando para o retorno ao meu próprio apartamento, palco de alguns dos piores momentos vividos na minha singela e pequena existência neste enlouquecido Planeta... Estou recioso e ao mesmo tempo ansioso por esse retorno e confesso que já estou com saudades da "república", mesmo morando nela ainda... Sentirei saudades dos rocks, das festas, das noites com Klayd assistindo DVD’s e conversando(?) sobre música! Foi uma época maravilhosa. Conheci pessoas fantásticas e a cada rock ocorrido ali era algo novo que acontecia. Sentirei saudades do entra-e-sai de pessoas, dos domingos reunidos em torno de computadores, da geladeira sempre cheia de Brahmma, dos Beatles tocando na maior altura em Paula Cristina, das pizzas assadas no mármore, enfim, das coisas que aconteceram ali... E aja história pra contar, como da festa dos professores que eu cheguei tão ruim em casa que dormir dentro do carro na garagem mesmo, ou quando teve uma festa de despedida de um amigo e rolou algo dentro do banheiro que ficamos putos e ao mesmo tempo loucos, ou o dia que conheci John Player e tomamos uma garrafa de Logan ouvindo música ou mesmo no dia que Klayd chegou em casa tão bêbedo que achei que fosse quebrar tudo (e era isso mesmo que ele queria) e ainda tem a epopéia da caçada a Clodoaldo! Fora as já famosas "quartas-sem-lei", evento ao qual nos reuníamos toda quarta-feira para tomar cerveja, assistir futebol e balangar o beiço. Falando em quarta-sem-lei, preciso escrever algo sobre isso! Lembrando agora com mais calma, visualizo cada coisa que aconteceu naquela casa que se eu contar ninguém acredita!!! Aos poucos vou contando aqui mesmo em Noites!!! ;-)

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Onde está o guarda-chuva?

Ao cabo de dez anos de aprendizagem, Zenno achava que já podia ser elevado à categoria de mestre zen. Em um dia chuvoso, foi visitar o famoso professor Nan-in.

Ao entrar na casa de Nan-in, este perguntou:

- Você deixou o seu guarda-chuva e os seus sapatos do lado de fora?

- Evidente – respondeu Zenno. – É o que manda a boa educação. Eu agiria assim em qualquer lugar.

- Então me diga: você colocou o guarda-chuva do lado direito ou do lado esquerdo dos seus sapatos?

- Não tenho a menor idéia, mestre.

- O zen budismo é a arte da consciência total do que fazemos – disse Nan-in. – A falta de atenção nos pequenos detalhes pode destruir por completo a vida de um homem. Um pai que sai correndo de casa, nunca pode esquecer um punhal ao alcance do seu filho pequeno. Um samurai que não olha todos os dias a sua espada, terminará encontrando-a enferrujada quando mais precisar dela. Um jovem que esquece de dar flores a sua amada, vai acabar por perde-la.

E Zenno compreendeu que, embora conhecesse bem as técnicas zen do mundo espiritual, havia se esquecido de aplicá-las no mundo dos homens.

Paulo Coelho
[ Ctrl+C e Ctrl+V da sua coluna do
G1 ]

+-----------+

Ps.: Gostei muito deste texto e às vezes acho que sigo ele muito a risca!
Creio que devo agir e ser mais solto e esquecer propositalmente onde deixei o guarda-chuva!

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Deslizes

Se a minha vida fosse uma novela, a trilha sonora das últimas cenas seria essa:

Deslizes
(Fagner)

Não sei porque insisto tanto em te querer
Se você sempre faz de mim o que bem quer
Se ao teu lado sei tão pouco de você
É pelos outros que eu sei quem você é

Eu sei de tudo, com quem andas, aonde vais
Mas eu disfarço o meu ciúme mesmo assim
Pois aprendi que o meu silêncio vale mais
E desse jeito eu vou trazer você pra mim

E como prêmio eu recebo teu abraço
Subornando o meu desejo tão antigo
E fecho os olhos para todos os seus passos
Me enganando, só assim somos amigos

Por quantas vezes me dá raiva te querer
Em concordar com tudo que você me faz
Já fiz de tudo pra tentar te esquecer
Falta coragem pra dizer que nunca mais

Nós somos cúmplices, nós dois somos culpados
No mesmo instante em que teu corpo toca o meu
Já não existe nem o certo nem errado
Só o amor que por encanto aconteceu

E é só assim que eu perdôo os seus deslizes
E é assim o nosso jeito de viver
Em outros braços tu resolve tuas crises
Em outras bocas, não consigo te esquecer

Já para as cenas dos próximos capítulos... Huum..... Creio que vai rolar um Robertão!!!! :)

segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Relatório de Vida

Minha Vida
Relatório de Situação Semanal
Filial: Única
Período: 29/01/2007 até ...
__________________________________

Variação de -10 até + 10
__________________________________

Status Anterior: +5
Status Atual: -10
Humor: 0 (Zero) - Indefinido
Foda-se: 0 (Desligado)
Ânimo: -10
Coragem: -10
Vontade: -8

Resumido:

Pessoal: -10
Financeiro: +6
Emocional: -10

Previsão Futura (baseado nos logs anteriores):

Pessoal: -/+ ??? (stock overflow... Falha)
Financeiro: +7
Emocional: -/+ ??? (stock overflow... Falha)

__________________________________

RESULTADO GERAL: -10

__________________________________


Deseja ver imagem do momento? (S/N) S

Exibindo imagem...












Report Generated by Life - Version 0.12.1.0 Beta ( still )

quarta-feira, 24 de janeiro de 2007

A Grande Batalha

O Início...

(Porque de algum jeito isso tinha que começar...)

Hoje exatamente ao meio-dia comecei uma grande batalha comigo mesmo! Não vou entrar em detalhes do que seja essa luta por enquanto, mas é algo que há muito tempo me incomodava e mais uma vez criei coragem(?) para resolver logo o problema, pois já tinha passado da hora...
Só estou escrevendo aqui para que fique registrado, para que depois eu possa ver todas as etapas sofridas, digo, passadas e possa festejar a vitória... Sei que vou ganhar... Sei sim... Só depende de mim... Mas mesmo assim sei que vai ser complicado... Muito complicado!

Boa sorte, Adilson! Você vai precisar...

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Conversas de Elevador...


É cada coisa que acontece com a gente que se contar ninguém acredita! Como a ABC está na sua nova sede, agora temos que usar elevadores! Tudo bem que é só um andar e às vezes ir pelas escadas é mais rápido, mas a preguiça fala mais alto. É interessante o tipo de conversa que a gente ouve e as coisas que acontecem! O pior mesmo é quando se adentra com apenas uma pessoa nos elevadores e aqueles 10 segundos até o nosso andar parecem uma eternidade e então vem aquela celebre frase quando o olhar se cruza com o estranho: "Mas tá quente, né?" Se for com alguém simpático dá até para estender um pouco o assunto, mas tem gente que, definitivamente, eu prefiro ficar no meu mais profundo silêncio e me limitar a olhar para o displayzinho que mostra o elevador subindo ou descendo! Além do breve comentário sobre o tempo, o que mais se diz num elevador para pessoas estranhas? Fiquei a imaginar uma lista de possíveis frases rápidas e diretas e não consegui lembrar de mais nenhuma, além da famosa sobre o tempo, que tá quente, ou que tá fresco ou que tá frio!
Mas complicado meeesmo é quando se entra com um grupo de 5 ou 6 pessoas, sendo que uma delas está com o desodorante vencido! É uma experiência complicada e você tem que ter um auto-controle da respiração muito grande, uma apnéia forçada! Ainda bem que o meu andar é logo o primeiro, pois se fosse o teceiro ou o quarto eu chegaria lá em cima já desmaiando, pois não dá para segurar muito! Acha engraçado? É porque você não precisa passar por esse tipo de situação! Hoje mesmo aconteceu algo que é no mínimo engraçado, se eu não tivesse ficado com pena da senhora. Entrou no elevador eu e uma senhora aparentando uns 60 ou 70 anos! Como eu desço logo em seguida, mal o elevador abriu a porta e ela disse meio assustada:
"Ah, meu filho, não desçe não... Sobe comigo até o meu andar pois eu morro de medo de andar nesse troço sozinha..."
Eu fiquei ali meio paradão olhando aquela senhora e tive que ficar e ir com ela até o próximo andar e depois voltar a descer para o meu! Situações como essas estão sendo normais nos meus dias de trabalho! Pelo menos eu fiz minha boa ação do dia! :)
E dar informação? No prédio onde trabalho parece uma filial enrrustida da OAB, tamanha a quantidade de advogados que ferram, digo, trabalham ali... E sempre tem aqueles que perguntam: "Sabe onde fica a sala do "adevogado"? Aí só um sorriso mesmo e a resposta: "Cara, existe uma penca de advogados aí... Se você me disser o nome da peça talvez eu possa lhe ajudar"! Como se eu não soubesse a resposta: "Ah moço... Não sei não! Me disseram que o "adevogado" é aqui neste prédio! Acho que o nome dele é doutor Josecleson ou Josecleverson!"
Sinto que esse ano ainda terei boas histórias (ou estórias) para contar aqui! Ainda não tive (ufa!) o desprazer de ficar preso por falta de energia! Só rezo para que, quando isso acontecer, eu esteja dentro com alguém, digamos, interessante! ;)

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

A Um Ausente...

Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.

Detonaste o pacto.
detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos da obscuridade
sem prazo sem consulta sem aprovação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza de segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste.


(Carlos Drumond de Andrade)

---

A exatamente 12 anos meu papai partiu para o céu, para ajudar Deus a iluminar ainda mais o céu com toda a sua energia... E ele sabia muito bem como fazer isso, tanto como pai, como homem e como marido que foi... Uma pessoa que deixou uma lacuna grande, muito grande mesmo e que até hoje a saudade faz doer forte no peito... E o céu ficou mais, muito mais bonito e muito mais iluminado... :~)

terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Starting... Again...

2006 - Últimos comentários...

Sei que 2006 já acabou faz 3 dias, mas como não tive tempo hábil de escrever uma pequena "retrospectiva" sobre o que passou, então vou escrever agora em 2007 mesmo. Bom, 2006 foi um ano de muitas mudanças em minha vida! Foi o ano que eu - seguindo um conselho de um grande amigo - "chutei o balde"! Partir para uma nova vida, ao lado de novas pessoas e viver novas aventuras. Tem um provérbio que diz que "há males que vem para bem" e assino embaixo. Primeiro conheci várias pessoas fantásticas e aumentei ainda mais o meu círculo de amizades; passei a ter uma amizade/confidência muito forte com uma pessoa que muito me ajudou nos momentos ruíns que vivi ao mudar tão dramasticamente a minha vida - como um irmão mesmo! Conheci meninas ;) ! Conheci a Sacanitas (essa é super especial), a Paula e muitas outras "figuras" neste imenso unirverso virtual! E também conheci a garota! - Ah... a garota! - Me firmei mais como professor e ingressei de uma vez por todas no meio acadêmico. Participei de muitas, muitas, muitas festas e também fiz uma super festa de aniversário - a qual eu sempre quis fazer, do jeito que sempre imaginei (com direito a telão rolando Pink Floyd e tudo mais)! Fiz muitos rocks em casa mesmo com amigos, assistindo a shows em DVD, ouvindo música e conversando bastante, diga-se de passagem. Conheci novos lugares e junto (mais uma vez) novas pessoas e fiz muito mais amigos! Realizei alguns sonhos de consumo (dá-lhe Jurema) e graças a Deus, consegui acertar minha vida, profissionalmente falando! Iniciei a solução de uma grande pendência de vida também, ou seja, algo que há muito tempo eu já deveria ter feito e nunca criava coragem para fazer. Mas como diz o ditado, "nunca é tarde para começar"! E 2006 passou...

2006 to 2007 - A Virada...

Depois de um Natal bem alcólico (9 bares e mais uma festa "pelas" metade), meu Reveillon foi sensacional. Viajei para a Bahia (Trancoso) com alguns amigos e tive um final-de-semana fantástico, regado a praia, cerveja, sol, amigos e mulheres lindas! Conheci lugares maravilhosos, como a Praia do Espelho!


Foi um Reveillon mágico... No momento da virada, podemos acompanhar os fogos que estouravam em Trancoso, Arraial D'ajuda e também em Porto Seguro! Só não foi melhor por causa de um detalhe: alone... :)! Mas um outro detalhe fez toda a diferença: rimos muito, mas muito mesmo e isso, por si só, é ótimo!

Ps.: A única coisa que fiquei p da vida comigo mesmo é que não peguei o número do telefone da "menina do back", como ficou conhecida pela gente uma linda figura que pegou um isqueiro emprestado comigo e depois ficamos num flerte/azaração/esfregação fenomenal! Tentei encontrá-la depois, sem sucesso! Mas acho que ainda vou vê-la por lá, ah vou... :)

2007 - Iniciando...

2007 está começando e junto com ele novas metas e novas conquistas a serem realizadas e muita, mas muita disposição mesmo! Ano novo, escritório novo! Agora a ABC Software tem uma sede própria. Estamos em um novo endereço e o novo escritório ficou um show, do jeitinho que a gente queria! Ainda falta alguns ajustes "finos", mas com o tempo a gente acerta! Também começo agora em janeiro o meu Curso de Matemática e já prevejo um ano de muito trabalho e muitos projetos, tanto profissionais como acadêmicos, além das aulas por mim lecionadas (meu coordenador já me entregou os horários até abril/2008 - eitaaaa!!!!). Projetos? Vários que estavam engavetados e amarrados estão finalmente entrando na lista "TO-DO" de Judite, meu PocketPC! Falando em Judite, creio que ela deva ir para uma gaveta qualquer ou o Mercado Livre em breve, pois Madalena (ou Madá para os íntimos) está a caminho! Voltando aos projetos, são muitos a serem realizados e já começei o ano com um grandão que além de me tomar um tempo que não tenho (quer dizer, de meia-noite às 7:00 eu não faço nada mesmo!), será algo bem intere$$ante!!! Quanto a minha vida pessoal, acho que preciso de cia! Acho que preciso de alguém para compartilhar minhas vitórias e também minhas derrotas, pois afinal de contas, não se pode ganhar tudo... Tem que empatar e até perder também, para não ficar acomodado! Mas voltando a cia, preciso de alguém para quando começar aquela musiquinha do fantástico, não entrar em depressão de que "acabou o final-de-semana", alguém para ligar no meio de uma tarde caótica só para dizer um "oi" e receber um outro "oi" (sem analogias com a operadora, pois sempre que me ligam, as atendentes começam a conversa assim)! Bom, por enquanto são só planos e não passam de planos, ou de palavras escritas... Por enquanto e somente por enquanto...