segunda-feira, 30 de julho de 2007

Servindo, Vencerás

Se o momento é de crise,
Não te pertubes, segue...
Serve e ora, esperando
Que suceda o melhor.

Queixas, gritos e mágoas
São golpes em ti mesmo.
Silencia e abençoa,
A verdade tem voz.

Paciência constante
Atrai a Luz do Céu.
Acalma-te, servindo
E vencerás com Deus.

Emmanuel

Psicografado por
Francisco Cândido Xavier

segunda-feira, 23 de julho de 2007

Sobre o final-de-semana

Final-de-semana agitado esse último! Na sexta-feira, apesar do dia extremamente agitado no trabalho, a noite fomos a um bar tomar um "chopps" e comer dois "pastel"!!! Reunimos alguns amigos e nos divertimos muito tomando alguns sucos de cevada malteado com baixo teor alcoólico conversando acerca das casualidades da vida! Lembro que tomei umas quatro ou cinco cachaças junto com o balangador do Afonso! O início da noite de sexta foi bem agradável, excluindo-se um certo acontecimento que só fui descobrir bem depois. Acho que preciso prestar mais atenção nas coisas que acontecem ao meu lado! Mas às vezes creio que é melhor eu não saber mesmo ou então fingir que nada aconteceu. Depois disso, fomos para casa dormir! É isso mesmo que você leu, dormir... Já foi o tempo que saia dali e, como dizem os capixabas, pocava para outro lugar. Mas fiquei tão prá lá de Marraquesh que tive que ir para casa dormir. Ainda sim teve uma pequena reunião lá em casa na sexta à noite, apesar de eu não ver e nem ouvir nada! Só fui saber no outro dia quando me contaram!
No sábado de dia fomos para uma festa de aniversário de um amigo e, mais uma vez e pra variar, tomei todas. Começei por volta das 14:00 hs e a cerveja tava muito, mas muito gelada e gostosa mesmo. E o clima também estava ótimo. Pessoas interessantes e papos interessantes. Por volta das 16 horas levei a Garota em casa e voltei pra festa. Acho que esse foi o meu erro! Mais uma vez o balangador do Afonso entrou em cena e tive que tomar uma cinco cachaças com ele! E olha que eu não queria tomar, mas a carne é fraca e a cachaça era boa e toma que toma. Saí de lá por volta das 18:40 e fui pra casa me preparar para o grande acontecimento do dia! :)

E Klayd casou...

Sim, amigo... É isso mesmo... Meu grande amigo Klayd de rocks e mais rocks agora é um homem casado. Seu casamento foi muito bonito. O detalhe é que tive que ir em dois casamentos ao mesmo tempo. Peguei a Garota e fomos para o casamento da sua prima. Entramos na igreja e a cerimônia já estava no final. Esperamos mais uns 10 minutos e saímos vazados para o casório de Klayd. Chegamos no meio da cerimônia e ainda pegamos o lenga-lenga do padre. O que mata nesse tipo de evento é o senta-levanta-senta-levanta. Parece um jogo de futebol, quando o time está atacando. A torcida inteira se levanta e depois volta a sentar quando o perigo passa! Saindo de lá - ainda deu tempo de jogar arroz nos noivos :) - fomos para a festa do primeiro casamento. Chegamos, cumprimentamos os parentes da Garota e fomo lá cumprimentar os noivos. Furamos a fila dos padrinhos e já chegamos abrançando e tirando fotos! Um detalhe super-interessante é que eu não sabia nem o nome dos dois. Só sabia que a noiva era prima da Garota. Um outro acontecimento foi que eu quase derrubei um pedestal com um abajur lá! Ainda bem que fui mais rápido e consegui segurar o troço senão seria um micão terrível. Saímos de lá e fomo para a festa de Klayd, onde finalmente conseguimos "relaxar". A festa tava muito boa mesmo! Ixcóti do melhor - dá-lhe Jhonnie Walker. Só não bebi nada, pois ainda estava sob efeito da cachaça do aniversário. Fiquei só na água mesmo e beliscando alguns petiscos, que por sinal estavam maravilhosos. Ficamos lá até as 2 da matina e depois partimos pra casa! E o final-de-semana inda não tinha acabado. No outro dia havia o aniversário de uma amiga da Garota, mas esse não fomos por falta de forças mesmo! Fazer o que, né? Afinal de contas, não tenho mais 18 anos para fazer algumas loucuras que fazia! :)

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Trabalho de Louco

Estou ficando louco... Sim, só está faltando eu abrir porteira para avião e jogar pedra em helicóptero, porque do resto o ciclo já está completo. Já faz alguns meses que estou envolvido com um projeto e isso está me deixando maluco. É muita informação que precisa ser estudada e implementada (desenvolvida) no Parceiro. E quando eu acho que estou entendendo tudo, leio mais um capítulo e descubro que ainda não sei absolutamente nada! Isso aconteceu agora há pouco. Estava desenvolvendo um dos inúmeros módulos necessários quando me deparei com uma situação atípica. Fui verificar mais a fundo e descobrir que, na verdade mesmo, alguns módulos já escritos estão com algumas inconsistências que fazem com que o todo fique errado! Não que eu tenha feito errado. O problema é justamente a falta de suporte para desenvolver a bagaça. Infelizmente não tenho um "primo fera" ou um "vizinho mil anos" para que eu possa ligar e sanar todas as dúvidas que tenho. Veja bem, não são dúvidas técnicas e sim dúvidas operacionais mesmo! Provavelmente alguém pode dizer: "Ué... Liga para o teu cliente e pergunta a ele"! Só que o cliente sabe menos ainda. Por ele, não estaríamos fazendo nada disso. Só que meu cliente - assim como eu - é obrigado a ter e a fazer isso. E adivinha quem está nos obrigando a fazer? Lulalá.... Uma estrela brilha... Lulalá...

Como dizem os franceses: "Ces't la vie!"

Ps.: Ah! Eu tô maluco... Ah! Eu tô maluco...

segunda-feira, 2 de julho de 2007

Mensagem do Momento

" Tu te tornas eternamente responsável
por aquilo que cativas. "
Saint-Éxupéry


Existem algumas frases que só entendemos algum tempo depois de conhecê-las ou então quando acontece algo que nos faz lembrar delas... Essa mesmo aí em cima eu só fui de fato compreendê-la neste final-de-semana! Aliás, o final-de-semana foi muito bom... Eu e a garota fizemos alguns programas diferentes e bem gostosos... Sábado, ao invés de almoçarmos, fomos para a lagoa e passamos a tarde inteirinha lá... Fomos por volta de meio-dia! Tomamos 10 cervejas e mais algumas cositas e conversamos e rimos muito... Chegamos em casa já era 17 hs, isso depois de passar no supermercado e comprar milho de pipoca... :)
Bom, no sábado a noite ficamos de molho em casa assistindo a um filme... Íamos locar, mas não deu tempo e assistimos ao Supercine (Arrrggggg!) mesmo! Mas até que o filme foi bem legal... Gostei do trecho sobre os trilhos do trem ligando uma cidade a outra... Mesmo sem ter o trem, os trilhos foram colocados... Achei essa passagem muito, mas muito legal mesmo! No domingo, depois de irmos ao orfanato, fomos para uma fazenda de um amigo dos pais da garota, onde rolou um churrascão e também uma galinhada. Detalhe: não comi a galinhada! :( Como estava demorando muito, fizeram um churrasco antes e eu achei que a galinhada tinha sido cancelada. Depois de comer muito feijão tropeiro, arroz e churrasco é que fui saber que a galinha estava sendo preparada no fogão a lenha... Putz! Fiquei triste... Mas tudo bem, mesmo assim valeu a pena... Coisa que eu não fazia há muito, mas muito tempo mesmo foi chupar laranja no pé... Tipo assim, arrancar a laranja e chupar ali mesmo, embaixo do pé... Cara, isso é muito bom, muito bom mesmo!
Bom, mas voltando a mensagem, justamente nesse final-de-semana eu entendi perfeitamente a mensagem... Tipo assim, quando você colhe uma flor do campo e a planta em sua casa - ou no seu coração :) - você é responsável por deixá-la sempre linda, como era no campo! Portanto, você se torna responsável por ela sim, mesmo inconscientemente! E eu estou cuidando de uma flor linda... E quero ela sempre, sempre, sempre bela e feliz ... :)