terça-feira, 19 de maio de 2009

Momento Nostalgia

Esses tempos atrás, passeando pela net, achei um site com inúmeros programas para o saudoso Apple ][, da Apple! O Apple ][ foi o meu primeiro computador e, consequentemente, minha entrada para o mundo digital. Baixei praticamente todos os programas disponíveis no site e quando comecei a executá-los em um emulador que tenho aqui no meu PC, pude fazer uma viagem no tempo e me bateu uma nostalgia tão grande que você nem faz idéia! Voltei para os idos de 84, onde computadores eram máquinas que poucos tinham o prazer de possuir um em casa! Lembro que aqui na minha cidade era eu e mais uns 4 que possuiam. Chegávamos a fazer vários encontros na minha casa! Encontros estes regados a muito biscoito, limonada e alegria. Sim, apesar das dificuldades e todas as limitações impostas pela época, era muito divertido e fascinante aquele novo mundo que se abria para nós. Era o nosso “Clube do Computador Pessoal”! Uma vez por mês nos reuníamos para trocar informações, programas, jogos. É amigo, nessa época não existia internet e consegui programas era uma coisa muito, mas muito difícil mesmo! Lembro que eu fazia parte de um outro clube em São Paulo (esse com mais de 2000 sócios) chamado “Clube do Applemaníacos”. Ficava-se sócio e todo mês você recebia 2 ou 3 disquetes com programas, jogos e também um jornalzinho com muita informação! Era o máximo para a época fazer parte de um clube que tinha um sócio chamado Capitão Gancho! Olhando com mais calma os programas, me deparei com o Newsroom (Putz! Que saudade!) Devo lembrar que estamos em 1984 e o Windows só iria aparecer muito tempo depois. Lembro que na época eu fazia o Curso Técnico em Administração de Empresas no finado Centro de Ensino Integrado “Sagrado Coração”, o CEISC e eu tinha um jornal no curso chamado Folha Administrativa. Comecei a fazer de sacanagem, para zoar os meus colegas de sala (eu estudei com cada figura!). Montei a primeira cópia com colagens de textos datilografados, fotos e desenhos em folhas da papel ofício e depois tirava xerox do original. A primeira edição foi um sucesso tão grande na escola (era para ter circulado somente na turma do Administrativo A e também na turma B) que resolvi dar continuidade ao trabalho, agora com mais uns 6 colegas da minha turma. E foi aí que o meu Exato-Pro da CCE entrou em ação! Munido do programinha Newsroom, passei a editar todo o jornal no meu computador. Mas tudo mesmo! Desde os textos – eu, é claro, era o redator chefe :) - até as imagens que ilustravam as matérias e, se alguém que viveu naquela época comigo ler isto, há de confirmar o quão bonito e elegante ficava o jornal. Era um trabalho de primeira mesmo! O jornal tinha tudo: editorial, matérias educacionais, cronogramas de jogos estudantis, fofocas - eu adorava falar mal dos outros :) – passatempos, concursos. Cada edição passou a ter no mínimo 10 páginas de muito conteúdo, ao ponto de eu ter sido convidado a escrever para um jornal local aqui da minha cidade. Naqueles dias eu pensei seriamente em seguir carreira de jornalista! Fiquei quase 1 ano no jornal (detalhe: não ganhei porra nenhuma, quer dizer, ganhei foi experiência). Escrevia 2 matérias por semana e continuava sendo editor chefe da Folha Administrativa. Mas o que me fez ter um certo orgulho disso tudo (relembrando agora), era como o jornal era desenvolvido. Como eu disse anteriormente, o Windows com seus softwares gráficos (como o Word, o PageMaker ou o Photoshop) só foi surgir muito tempo depois e esse programinha, o Newsroom era um show para época. Dê só uma olhadinha na sua tela principal:


Mantive a cor verde original (nota: a imagem era realmente verde, mas o Blogger fez questão de mandá-la para o limbo e tive que tentar - sem sucesso- achar novamente a mesma), porque o meu monitor na época era assim. Eu sei que, para os dias atuais, ele é bem… Bem não, muito, muito tosco, mas para aqueles momentos, era tudo de bom! Note que havia praticamente todas as etapas de uma produção de um jornal. Em Photo Lab criava-se as imagens (não tinha foto não, eram só desenhos mesmo, no estilo cartoon). Na sessão Banner criava-se os títulos (faixas ou cabeçalhos) das páginas, e o Newsroom tinha um set gráfico de fontes (tipos de letras) que hoje são comuns, mas que para a época! Em Copy Desk digitava-se as matérias para depois tudo ser montado na sessão Layout. Em Wire Service você tinha tipo um “rascunho” das matérias que seriam publicadas no jornal. Digamos que era um “serviço off-line de informação”. E, finalmente, em Press fazia-se a impressão de todo seu trabalho. Ah, e não pense que era impresso em impressoras jatos de tinta ou lasers não! Eram em impressoras matriciais (tipo uma LX-300) e acredite, mesmo com todas as limitações da época, o trabalho final era muito, mas muito bom mesmo! Eu levava um semana inteira de trabalho para poder criar cada edição! Como eu gostava (e me divertia) com aquilo! Passava horas colhendo informações, digitando, criando, bolando passatempos! Recebíamos cartas dos alunos com ideias, elogios, críticas e chegamos até a sofrer uma repressão por parte da diretoria da escola, pois estávamos incomodando com algumas fofocas! Hehehe! Lembro que era um auê quando o jornal chegava para a distribuição. A escola inteira ficava num tumulto só, porque o “jornal dos meninos da administração” ia ter mais uma edição! Eita tempo bom, que não volta mais… Mas foi muito bom ter vivido tudo isso e o melhor ainda é poder relembrar com uma saudade imensa dentro do peito! :)

10 comentários:

Fabi disse...

Põe nostalgia nisso!!
Eu sou avessa à mudanças, ficaria no passado numa boa.
Mas, como é um mal necessário, também me recordo de certas coisas daqui...
Beijos

Jaquielio disse...

Cara,sou fã das suas histórias.Sensacional!

R53\/3R0 disse...

O capitão Gancho era o Dono do Clube dos Applemaníacos, e eu trabalhei lá hackeando jogos em disquete para abrir para cópia de 1985-1987. Eu escrevia uma coluna no jornalzinho chamado Capitão Aventura que fazia resenhas de adventures (gráficos e texto da Infocom) ainda tenho contato com o Capitão Gancho (David)

Luis disse...

Eu era sócio do clube também...
Tenho até hoje guardados os jornais e disketes do clube. Me identifiquei muito contigo. Comecei na mesma época... tô ficando véio...aiaiaiai

marcos disse...

Ahahahahahaha eu era sócio! Bons tempos!!

Anônimo disse...

Q bom lembrar disso.. Eu fui sócio tb..Tive td qnto era computador da época e parei no Apple..Tive um exato pro e um Tk 3000, passando por um Unitron. Meu sonho era o Apple II GS..rs

Anônimo disse...

Ótimo post ... lembram do ApplePirates?

Sessão nostalgia ...
http://www.virtualapple.org/

Anônimo disse...

Foi uma ápoca fantástica , mas pouco ou nada encontro na internet sobre o David (capitão gancho),fomos protagonistas dos primordios da informatica , As time goes by .....

Marcus Valerio disse...

Também fiz parte do "Clube dos Applemaníacos", lembro bem da coluna do Capitão Aventura e muito me impressiona que haja tão pouca informação sobre o clube na web. Alguém tinha que fazer um memorial!

Vocês que já foram do clube, não tem alguma coisinha aí pra publicar na web? Aquelas capas hilárias de disquete, alguns artigos etc.

Seria o máximo!

Marcus Valerio XR
xr.pro.br

Consultora Mary Kay disse...

Sou de Minas Gerais e fiz parte do Clube dos Applemaniacos. Meu nome no clube era: HammaSan (a maçã). O David me perguntou uma vez se eu tinha descendência japonesa. rs rs