terça-feira, 20 de julho de 2010

Programando Nostalgia

Que os Macintoshs são “os” computadores para se trabalhar com computação gráfica, isso ninguém dúvida e ver onde isso tudo começou é algo que me faz, literalmente, viajar no tempo e reviver aqueles momentos todos novamente. Lembro que na época eu era um feliz proprietário de um Apple ][ da – acredite- CCE e a Apple apresentou o Mac ao mundo. Não preciso nem dizer que fiquei louco quando vi aquilo, principalmente uma certa imagem, ao qual reproduzo abaixo:




Numa época em que o máximo que se tinha de interface gráfica com o usuário (GUI) era mais ou menos isso:



  Pois é, a imagem da japonesa acima era de um programa de desenhos chamado Macpaint, desenvolvido por Bill Atkinson, membro do time de desenvolvimento do Macintosh. O Macpaint foi lançado junto com o Macintosh original e posso dizer que ele fantasiou a imaginação de muitas pessoas na época. O “uau” que a Micro$oft afirma que um usuário diz quando vê o Windows 7 pela primeira vez nem se compara ao “UAU” que a gente disse ao ver aquilo pela primeira vez. Poder desenhar usando um dispositivo igual ao mouse era algo assim, indescritível. Poder criar uma imagem no Macpaint e depois colar num texto no editor Macwriter era assim, uma coisa de outro mundo!
E numa atitude muito legal, a Apple doou para o Computer History Museum o código fonte do Macpaint e do Quickdraw (que possibilitou o uso das interfaces gráficas com o usuário no futuro). É muito interessante (para quem é da área) poder baixar e estudar aquele código, deveras importante para a história da informática. Ah, escrito basicamente em Pascal com alguns códigos em Assembly para o Morotola 68000! Num momento em que acelerações gráficas e monitores IPS e 3D são as “bolas da vez”, conhecer um pouco como isso tudo começou pode ser bem interessante!

Fonte: Macmagazine

Nenhum comentário: