quarta-feira, 23 de março de 2011

A Fita de Cetim




Ontem a noite, arrumando meu guarda-roupa para acomodar algumas novas peças que adquiri para o inverno, encontrei uma fita de cetim, misturada a algumas velhas camisas. Essa fita me remeteu a um passado bem remoto e alguns acontecimentos desfilaram pela minha cabeça, como num filme. Não sei por qual motivo, mas na época eu não me desfiz dessa fita por alguma razão e agora, depois de um algum tempo, não consigo me recordar o porque! E então… E então, mesmo com um sentimento meio que indefinido no peito e na cabeça eu joguei aquela fita fora no lixo e junto foi-se também um monte de coisa. Se são coisas boas ou ruíns, agora não importa mais. O que importa é que junto com aquela fita foi jogado fora algo que talvez tenha sido importante. E isso que estava lá está dando lugar a algo novo, que está chegando. Como no guarda-roupa, que agora tem mais espaço para novas peças, que terão novas histórias… E talvez no futuro essas novas peças e essa nova história possa ser deixada lá, para ser bem cuidada. Mesmo sendo velha, poderei vir a ter orgulho de ter comigo. Acredito que esse seja um dos sentidos da vida. Tá… Eu sei… Mais uma viagem… Talvez em outro dia eu explique melhor esta história! Nesse momento a fita já deve estar em algum lixão da cidade! De repente é o lugar dela mesmo… Ou não… Ah! Vai saber!

Nenhum comentário: