quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Dias Finais

O final do ano de 2010 se aproxima e mais uma vez aquele sentimento que eu conheço bem de outros carnavais também chega, triunfante, como quem diz: “Só fiquei longe por um tempinho. Agora estou de volta e pode ser que nunca mais eu te largue, amigo”. Esse sentimento que cito é a tristeza de final de ano, de natal, de reveillon. Ando pelas ruas da cidade, vendo as decorações de natal nas lojas e nas casas e uma súbita dor se apossa de mim. Já comentei aqui mesmo em Noites que já tive fins de ano maravilhosos. Ano passado mesmo foi sensacional. Geralmente eu sempre fico muito down nessa época e não consigo compreender bem o motivo e nesse em especial acredito que vai ser muito, mas muito down mesmo, pois estão juntas a tristeza desses dias finais, a minha angústia e também a minha ausência! Na verdade, o motivo de me sentir assim eu até acho que entendo um pouco: creio que é a falta de pessoas ao meu lado, de família, de afeto, de companheiro. Acho que é isso! Provavelmente o que vou fazer é ir para algum bar, beber tudo que tenho direito até não aguentar mais e então vou para casa dormir. E tudo passa, pelo menos nessa noite. Ultimamente tem sido assim! Eu descobri esse jeito de passar esses dias tristes há alguns anos atrás, quando na véspera do Natal bebi praticamente o dia inteiro. Quando a noite chegou e todos se reuniam para a famosa ceia, eu dormia e não via e também não sentia nada acontecer. A única coisa boa disso é que não fico triste. O álcool tem um poder de substituir tristezas que é uma maravilha. Tudo bem que é temporário, mas acredito que vale a pena, pelo menos por um tempinho!!!


Um comentário:

Anônimo disse...

Nun fica triste naum fofinho...um beijo pra vc
Helena