terça-feira, 21 de junho de 2011

The Charque Side Of The Moon

capa
Como você acha que seria a história do rock progressivo se Roger Waters e David Gilmour fossem latinos, nascidos no Brasil, mais precisamente no singelo estado do Pará? E, pelos idos do ano de 1972, os dois tivessem a ideia de mostrar o lado negro da lua, ou do charque? Charque no Pará é como é chamada a carne-de-sol e também (mais um) apelido carinhoso da genitália feminina (WTF?)!  Tentou imaginar a bizarrice escrita acima? Mas pode acreditar, foi isso que fez uma banda paraense chamada La Pupuña e um time forte de convidados, ao criar um mash-up do conceitual álbum do Floyd! Por incrível que pareça ouvindo você vai perceber que está tudo lá, assustadoramente bem produzido (gostei dessa frase que li num outro blog sobre o trabalho). Você vai ouvir o disco na íntegra, mas numa versão bem interiorana com guitarrada, cumbia, lundum, brega e surf music. E, antes que a inquisição me mande para a fogueira pelo sacrilégio, devo dizer que sou um um fã incondicional do Pink Floyd, mas ao contrário de muitos outros, tenho uma cabeça aberta para ouvir outros trabalhos progressivos relacionados (e até de homenagem) a banda, e foi por isso que parei para ouvir The Charque Side! Volto a repetir, mesmo que muitos torçam o nariz, eu particularmente achei o trabalho muito, mas muito bem produzido mesmo! Se você ouvir, vai perceber e notar que o trabalho inteiro da obra se faz presente, cada som, cada nota, cada acorde, só que de uma forma bem, mas bem latina mesmo! Detalhe especial para a versão suingada de Money, que até o solo (magistralmente feito por Gilmour) está lá, e bem interpretado! Fica aí o registro! Se quiser ouvir o trabalho, o link para download do álbum completo está abaixo!
Download aqui!

Nenhum comentário: