terça-feira, 27 de junho de 2006

Falsidade

" Na vida, ao contrário do xadrez, o jogo não termina quando levamos um xeque-mate! "
Isaac Asimov

Essa semana aconteceu algo muito chato envolvendo algumas pessoas e mais precisamente eu e não posso deixar isso passar em branco sem pelo menos comentar por aqui, para que fique registrado e eu não mais esqueça disso. Estou literalmente "de cara". Como que existe gente falsa nesse mundo... É incrível... E o pior é quando essa pessoa também é um charlatão e usa um certo "poder" que diz que tem (eu particulamente não vejo isso) para convencer certas pessoas que ela está com a razão! Mais uma vez não posso e não vou citar nomes! Não é esse o objetivo deste post! Logo no começo da história, algumas pessoas (mais de duas, diga-se de passagem) me alertaram da possível falsidade. Mas eu não acreditei. Aí aconteceu algumas coisas e na época eu fiquei puto. Cheguei a mandar e-mails e tudo o mais e a pessoa apenas disse que "estava com a consciência limpa" e que "não fez nada além da sua obrigação"! Acabei deixando tudo isso pra lá e ainda mantive uma certa confiança. Mas essa semana foi demais. E o que é pior... É uma pessoa incopetente, que engana as outras com palavras e quando viu que não iria ter capacidade suficiente para cumprir o que tinha acordado, fez o que fez e o problema veio todo estourar em minhas mãos. E ela simplesmente lavou as suas. De início, eu pensei em algum tipo de vingança, mas depois pensei bem e vi que, se eu entrasse nesse tipo de jogo, eu estaria sendo pior que ela. Mais uma vez, ignorei tudo e vou continuar fazendo o que sempre fiz e tenho certeza absoluta que vão perceber o quão incopetente essa pessoa é para fazer o que ela diz saber fazer... Mas não sabe mesmo. Em vários trabalhos que eu acompanhei de perto vi que a conversa é muita e a ação pouca, ou quase nada e nos fracassos que ala mesmo já me confidenciou: "É que não deixaram ou não fizeram o que eu disse!". É a típica desculpa de ignorantes e charlatões quando não conseguem (ou não sabem) fazer o trabalho. Um único parênteses que abro aqui é que essa pessoa tem lábia! Ah isso tem... Tem uma lábia tão grande e sabe usá-la muito, mas muito bem mesmo! Uma horinha de conversa com ela você sai achando que é a pessoa mais inteligente e capacitada que existe! Mas é só pedir para fazer algo que você descobre quem realmente é! E mesmo assim, depois de fazer e não consegui, ela ainda vai dizer muita coisa para tentar explicar por que não fez ou não está conseguindo fazer e as pessoas acreditam. Isso é realmente o pior de tudo. As pessoas simplesmente acreditam. Acho que é porque não tem conhecimendo suficiente para compreender as coisas. Num futuro próximo, gostaria muito de chegar para estas mesmas pessoas e dizer: "Tá vendo? Eu não te disse!". Mas sei que não terei esta oportunidade, pois mesmo descobrindo que o cara é um charlatão de primeira, não terão humildade suficiente de me encarar de frente! Em tempo: "Pode-se enganar poucas pessoas durante muito tempo e pode-se enganar muitas pessoas durante pouco tempo. Mas não se pode enganar todas as pessoas o tempo todo!"

Nenhum comentário: