terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Fazer Diferença

Um poeta passeava pela praia quando encontrou milhares de conchas morrendo na areia. Nesse momento, passou a jogá-las de volta ao mar quando se deparou com um pescador que lhe indagou:
- O que o senhor está fazendo?
Respondeu o poeta:
- Ora, o senhor não está vendo? Eu estou devolvendo estas conchas ao mar para que tenham chance de sobreviver!
E então o pescador lhe disse:
- Que bobagem, são milhares, são centenas de milhares. O senhor acha que vai fazer diferença?
O poeta olhou fixamente para o pescador, abaixou-se e pegou mais uma concha atirando-a ao mar e, então, perguntou ao pescador:
- Fez diferença para esta?

---

Sábado passado, estava recolhendo algumas doações para algumas famílias carentes aqui de Linhares quando alguém comentou comigo que "esse tipo de trabalho deveria ser feito o ano inteiro e não somente próximo do Natal!" De certa forma, concordei com suas palavras! Ao final, terminando a conversa e negando o meu pedido, continuou dizendo que isso não faria diferença alguma em vista de tantos que passam por dificuldades! Esse texto aí em cima foi postado para ele! Tomara que, em algum momento da sua vida, ele use um computador e caia aqui em Noites justamente nesse post! Acredito firmemente que vai fazer diferença para ele!

Nenhum comentário: