terça-feira, 16 de novembro de 2010

The Beatles – Now on iTunes Store



Esse post é só para deixar aqui o meu registro para esse importante evento que Apple proporcionou: a chegada dos Beatles a iTunes Store. Sim, a Apple (como sempre) criou um verdadeiro rumor em volta disso. Tanto que, quem entrou no site hoje antes das 13:00 hs – horário de Brasília – viu uma simples mensagem que hoje seria um divisor de águas para a iTunes Store. E começaram inúmeros rumores sobre o que a Maçã estaria preparando para seus seguidores. E qual noã foi a decepção de muita gente ao ver que foi “apenas a entrada dos Beatles na iTunes”! Pois é, andei olhando os comentários num outro blog de tecnologia que leio e não pude deixar de perceber que muitos entraram lá e meteram o pau dizendo que ficaram desapontados, que não acham os Beatles tão bons assim para esse bafafá todo, que a Apple é isso, é aquilo, etc e tal…
Tem uma frase de Wood Allen que diz o seguinte: “Metade do planeta não consegue ou não quer entender os prazeres da outra metade”. É incrível que existem pessoas hoje que ainda não conseguem entender o que esses 4 rapazes fizeram pela música! Lembro que certa vez estava brincando com o Pandora e digitei “the beatles” e pedi tudo que foi relacionado/inspirado/influenciado ou mesmo descaradamente copiado dos caras e simplesmente veio quase que todos os estilos de música. O que ouvimos hoje são músicas que eles já fizeram há um bom tempo atrás (exceto funk, pagode, axé, breganejo e forró) e é por isso e por muitas outras que eles merecem cada referência e também cada deferência, quando se trata de arte e música.
E todos que estão envolvidos nesse meio musical sabem o quanto é complicado – em se tratando de direitos autorais – distribuir músicas dos Beatles. A a gravadora de hoje (EMI), a de ontem (Apple Music Records), as viúvas (Yoko Lennon e Olivia Harrison), Sir Paul McCartney, Ringo Star, além de vários outros que possuem direitos e partes sobre a músicas. Lembro que quando a Harmonic lançou o The Beatles: Rockband foi o mesmo auê, porque todos sabem o quão é difícil trabalhar com esse maravilhoso e rentável legado!
Bom, de qualquer forma, o fato é que as músicas (os treze álbuns) estão disponíveis para compra na iTunes Store! E não se esqueça: “Existem coisas que o dinheiro não compra, para todas as outras existem Mastercard. Aceito de quitandas a lojas de música virtuais”! Três palminhas para titio Steve! :)

Nenhum comentário: