sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Lágrimas que Lavam a Alma

Somos seres preocupados em agir, fazer, resolver, providenciar.
Estamos sempre tentando planejar uma coisa, concluir outra, descobrir uma terceira.
Não há nada de errado nisto – afinal de contas, é assim que construímos e modificamos o mundo. Mas faz parte da experiência da vida o ato da adoração.
Parar de vez em quando, sair de si mesmo, permanecer em silêncio diante do Universo.
Ajoelhar-se com o corpo e com a alma. Sem pedir, sem pensar, sem mesmo agradecer por nada. Apenas viver o amor calado que nos envolve.
Nestes momentos, algumas lágrimas inesperadas – que não são nem de alegria, nem de tristeza – podem jorrar.
Não se surpreenda. Isto é um dom. Estas lágrimas estão lavando sua alma.



Ps.: Ao som de Propostas, do Rei Roberto Carlos achei essa mensagem que foi enviada a alguém mais ou menos em maio do ano de dois mil e sete. Lágrimas brotaram nos meus olhos em saber que ainda existem coisas bonitas para se ler e que ficou algo de bom! E essas lágrimas apenas lavaram minha alma…

Nenhum comentário: