segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Ilusão e Realidade

Neste domingo véspera de feriado (que por sinal foi péssimo, apesar de eu ter ficado em casa do jeito que gosto de ficar), estava a conversar com um amigo acerca das casualidades da vida quando ele comentou algo comigo que me fez entrar em uma grande reflexão. Assim ele disse:

- Rapaz, durante a semana a gente vive para o trabalho e para os compromissos da vida, pois como você deve saber, as contas costumam ter datas de vencimento. Aí na sexta e no sábado entramos numa ilusão de que tudo é festa, pizza e rock'in roll e então no domingo entramos na fria e dura realidade e descobrimos como, de fato, está nossa vida.

Esse comentário me deixou muito pensativo, mas muito mesmo, ao ponto de me lembrar de alguém num passado um tanto quanto remoto comentando comigo que não mais gostava de finais-de-semana. Quando o mesmo chegava, torcia para que acabasse logo e que uma nova semana de trabalho se iniciasse, pois assim esquecía-se de todos os outros problemas e vivia-se apenas para o trabalho. O grande problema, ao meu ver, é que estou começando a ficar assim, sendo que não queria. Não estou mais gostando dos meus finais-de-semana! Como eles estão sendo? De bar em bar, embriagando-se de ilusões. E então fico querendo que a semana começe logo, para que eu possar ir trabalhar, estudar e ocupar meu tempo com meus outros compromissos, tanto profissionais quanto sociais.

E agora, mesmo depois de algum tempo que ouvi o comentário, ainda me pego a pensar sobre o assunto. E não adianta muito querer ligar o PS3 ou o Multimedia Center ou mesmo a TV a cabo para tentar ter menos devaneios tolos sobre o assunto, porque não adianta. E então resolvo colocar isso um pouco pra fora, aqui mesmo em Noites. Escrever me faz bem!

Nenhum comentário: