segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Só Existe Um

    Só acontece uma vez,
      não duas,
        os momentos
          sumindo
                feito ratinhos
    que passam correndo
       pela vida
            depressa demais,
    e apenas para
       os mais corajosos,
         os fortes,
           os verdadeiros,
    e quando o momento
      chegar
    não o deixe
       passar por você,
    pois num piscar
       de olhos
    o amor se vai,
       o momento morre,
    fica um ressoar vazio
          dentro da cabeça,
    o seu coração saberá
       quando o destino
         susurrou
        ao seu ouvido...
    Ah, não tema,
       querido amigo,
    pois no final
       vale
        a pena,
          o preço,
        o custo,
        quando tudo está perdido
          mas se ganhou o amor,
    quando o verdadeiro amor
      chega,
        só existe
          um.
Ps.: Tinha essa poema guardado nas minhas “coisas digitais” há um bom tempo e hoje, dando uma olhadinha na pasta me deparei com ele. Não sei quem é o autor e muito menos de onde peguei. Aliás, nem sei direito porque resolvi publicá-lo, mas tá aí!

Nenhum comentário: